Notícias

Vinte vinícolas participaram do estande coletivo dos vinhos brasileiros. Foto: Martha Caus/Ibravin

Brasil dá a tônica dos lançamentos no 21º ExpoVinis Brasil 2017

09 de Junho de 2017


Empórios, Wine Bares, promotores de eventos e distribuidores abrem novas oportunidades para o vinho brasileiro durante a principal feira vinícola do país

“A crise pode trazer dificuldades para uns, mas abre oportunidades para outros e aqui temos produtos para todos os tipos de púbico”. A frase proferida pelo representante comercial de uma grande vinícola de Garibaldi, Ibrahim Peruzzo da Silveira, resume o sentimento das 20 vinícolas brasileiras que participaram do estande coletivo do 21º ExpoVinis Brasil. A feira realizada no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), encerrou nessa quinta-feira (8), com produtores de vinho, espumantes e suco de uva nacionais surpresos com o assédio verificado no espaço.

“Enquanto os pequenos estão acessando o mercado, as marcas mais consolidadas aproveitam para expandir seus pontos de venda. O mercado está mais aberto ao vinho brasileiro e diferentes segmentos estão nos procurando. As vinícolas nacionais foram o grande destaque do ExpoVinis 2017”, resumiu Diego Bertolini, gerente de Promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

Apesar de não haver projeção de valor de negócios efetivados, boa parte dos expositores – a grande maioria de pequeno porte e 15 deles pela primeira vez no evento – comemorava a qualidade dos contatos feitos. “O mercado está sempre em busca de novidades: novas marcas, novos produtos, novos parceiros e, nesse momento, isso conta a nosso favor”, observou o responsável técnico Eder Giaretta. Com aproximadamente 14 rótulos inéditos sendo apresentados ao mercado, além das novas safras de vinhos já presentes em seus portfólios, o estande concentrou o público que circulou nos três dias de feira. Ao todo, mais de 150 rótulos verde-amarelos foram colocados na vitrine pelas empresas.

A diversidade de produtos, vindos de cinco diferentes regiões produtoras (veja quadro abaixo) e 15 diferentes cidades, tanto de vinícolas já estabelecidas como outras implantadas há poucos anos, atraiu um mercado também relativamente novo para o setor. Proprietários de empórios, promotores de eventos, pequenos mercados, bistrôs e de wine bares circulavam entre os estandes garimpando as bebidas que mais se identificavam com os seus negócios. “Os compradores de grandes redes de supermercados vieram, mas eles têm uma relação muito forte com os importados. Esses novos negócios conhecem melhor seus clientes e os vinhos brasileiros vêm despertando o interesse dos consumidores”, explica o enólogo e José Virgílio Venturini.

Entre as novidades degustadas no estande estavam rótulos de castas como Torrontés, Petit Verdot, Ruby Cabernet, Touriga Nacional, Sangiovese e Moscato de Alexandria. Os espumantes, que já tem a qualidade e custo x benefício consolidados no mercado interno, continuam figurando entre os itens de grande interesse dos compradores. O suco de uva foi a aposta de uma das vinícolas da Serra Gaúcha, que foi à feira apenas com o produto em diferentes formatos de embalagem. “O apelo à saúde, aos produtos naturais e a restrição ao consumo de álcool por alguns segmentos, como igrejas, o público infantil ou por pessoas que vão a restaurantes, mas estão dirigindo, têm fomentando a busca do suco pelo mercado”, justificou a representante comercial Sueli Dias Oliveira.

A presença verde-amarela teve apoio institucional do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), em parceria com a empresa promotora da feira, a BTS/Informa. A participação de 15 empresas é subsidiada pelo Projeto Sebrae Vitivinicultura nas Regiões Serra, Campanha e Fronteira Oeste, com apoio do Programa Juntos para Competir (Farsul/Senar-RS/Sebrae-RS).

“Nosso objetivo é consolidar a imagem do vinho brasileiro, auxiliando os pequenos produtores, que são a base da cadeia vitivinícola, a acessarem o mercado, trocarem informações com compradores e formadores de opinião e, assim, se tornarem mais maduros comercialmente”, observou a Gestora de Projetos do Sebrae Serra Gaúcha, Angélica Brandalise.

Vinícolas participantes do estande de vinhos brasileiros:

Vinícola                                                              Município de origem

Aracuri Vinhos Finos                                             Muitos Capões
Batalha Vinhas e Vinhos                                       Candiota
Casa Venturini                                                      Flores da Cunha
Cristófoli Vinhos de Família                                   Bento Gonçalves
Don Cândido Vinhos Finos                                     Bento Gonçalves
Don Giácomo                                                       Caxias do Sul
Don Guerino Vinhos e Espumantes                        Alto Feliz
Dunamis Vinhos e Vinhedos                                  Cotiporã/Dom Pedrito
Lidio Carraro Vinícola Boutique                              Bento Gonçalves
RAR Vinhos e Espumantes                                   Vacaria
Sanjo – Coop. Agrícola de São Joaquim                São Joaquim
Vinhedos Capoani                                                Bento Gonçalves
Vinícola Arbugeri                                                 Caxias do Sul
Vinícola Campos de Cima                                    Itaqui
Vinícola Courmayeur                                           Garibaldi
Vinícola Giaretta                                                 Guaporé
Vinícola Lucano                                                  São Paulo
Vinícola Peterlongo                                             Garibaldi
Vinícola Zanella                                                  Antônio Prado
Vitivinícola Cordilheira de Santana                       Santana do Livramento
 

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 - imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 - imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 - imprensa3@ibravin.org.br